domingo, 1 de maio de 2011

Decepcionante.

Quem nunca teve uma decepção? Eu mesmo já tive várias.

", mas é daí? tu fez um post pra falar sobre tuas decepções?"

Não. Quero falar sobre como tentar lidar com elas, mesmo que eu seja a pior pessoa pra falar isso.

Decepções são coisas bizarras. Você tá lá, de boa com a vida, trabalhando/estudando/whatever, daí você pensa "opa, vou fazer uma coisa que vai ser legal" e vai lá e faz. Até aí tudo bem, a parada vai dando certo e você vai criando expectativas, até a hora que as coisas lentamente começarem a dar errado. Das duas uma: ou você vai vendo o que você fez cair aos pedaços bem lentamente, ou a porra toda cai de uma vez e você fica com a sensação de ter sido atropelado por um trem a 150km/h.

Na primeira hipótese, você começa pensando "po, foi só um contratempo, depois passa". Daí vem outra merda e tu começa a pensar "de novo wtf? vamo cuidar pra parar por aqui". Só que nunca para por aí. As merdas começam a acontecer uma atrás da outra e você fica quase que desesperado, a não ser que você seja O cara e consiga fazer a parada dar certo nas últimas (o que eu acho improvável, mas nunca se sabe). Daí você fica com aquela cara de puta, revoltado com a vida. Triste.

A segunda é a pior. Você começa pensando "po, tá de boa" e daí BAM. Fudeu. Já era. A parada que você tanto brigou pra fazer/conseguir foi pro espaço. Motivos podem ser vários, mas o fato é que a notícia veio como um tiro de fuzil na sua testa. Daí você fica com aquela cara de puta, sem saber o que fazer. Triste.

"mas porra, não acontece sempre assim, tem coisas que não dão errado"

Eu sei. Tem coisas que dão certo. É que a gente devia simplesmente se acostumar com o fato de que elas compõem apenas uns 30% das coisas que acontecem na vida, enquanto os 70% restantes existem só pra fuder com todo mundo. Claro que existem casos que você ta lá e de fato CONSEGUE fazer a parada dar certo, mesmo com tantos contratempos.

“mas que caralhos, tu fez esse post só pra ficar esfregando isso na cara da gente?”

Não. Eu tinha que falar tudo isso primeiro pra poder começar a falar de outra coisa.

Como tentar lidar com as decepções. Não que eu seja o melhor conselheiro (porque eu ainda to de mimimi por uma merda que aconteceu faz 1 mês, me chamem de hipócrita), mas enfim.

Primeiro: entenda que nem sempre as coisas saem do jeito que você quer. Na equação de 420º grau chamada vida, tem MUITOS fatores. Às vezes as coisas dão errado por motivos que não podemos controlar, ou por meros acidentes, ou por merdas que fazemos mesmo e só percebemos depois. E não crie expectativas demais porque isso sempre dá em merda, é uma verdade universal. O que você pode aprender com isso é aprender a levar em conta que tudo pode acontecer. Até mesmo nada.

Segundo: levanta a porra da cabeça e segue em frente. Essa é a parte mais difícil. É da natureza do ser humano (pelo menos da grande maioria que eu conheço) de ficar se lamentando pelo o que PODIA ter acontecido, pelo o que TERIA sido. Porra, quem vive de futuro é cartomante. E também é da natureza do ser humano de ficar se torturando com lembranças de coisas boas, que não são mais tão boas quando você lembra delas. Porra, quem vive de passado é museu. Não estou dizendo que é errado ter lembranças, ou que é ruim ficar se planejando para o futuro, mas tudo tem limite. Como já dizia um amigo meu: se o passado fosse bom, ainda era presente. O que puder esquecer, esqueça; o que puder deixar pra lá, deixe; é difícil, eu sei. Mas simplesmente não dá pra ficar nessa putaria. Você deixa de aproveitar muita coisa pra ficar se lamentando.

Terceiro: curta o que você tem agora. Esse é meio que uma continuação do segundo. Arrume alguma coisa pra passar o tempo livre (muito tempo livre faz você pensar em coisas que não deve), vá pro cinema, vá passear, vá ler alguma revista pornô, enfim. Arrume alguma porra pra fazer. Ocupando sua mente, você não vai ter tempo pra pensar nessas coisas, e pode até descobrir coisas novas.

“hmm, faz sentido”

Pois é. Então vê se presta atenção em alguma coisa que falei pra que da próxima vez que você tiver uma decepção, poder lidar melhor com ela. E se você AINDA estiver naquela fase de bichisse pós-decepção (sim Kenta, estou falando com você também), deixa de viadagem, mande quem ou o quê tiver feito você ficar assim ir se fuder (não verbalmente, mentalmente mesmo. ou você pode arrumar problemas.), arrume alguma coisa pra fazer, e é isso aí.

Eu fiz esse post mais pra mim do que pra vocês, foda-se. Mas espero que mais alguém vá aprender uma coisa ou outra com ele. xau

Um comentário:

Marcelo disse...

MAS QUE REVOLTA

É isso ae.