terça-feira, 24 de maio de 2011

HENSHIN




Quando nós éramos pequenos assistíamos as famosas séries que passavam na record, os chamados tokusatsus que, com certeza, comoveram muitas crianças e lhe deram a esperança de que realmente exista um super herói que combata o mal.

Jaspion, Changeman, Kamen rider, Jiraya, Cybercops, Winspector… com certeza muitas crianças gritaram suas frases de efeito, gritaram os nomes dos golpes especiais ou até mesmo imitaram a sua transformação com a esperança de que algo mágico acontecesse e você virasse aquele mega super herói que era capaz de destruir qualquer mal, e alguns ainda tinham um robô mega awesome.

Cada um deles merece um post exclusivo, mas nesse eu ficarei com Kamen Rider e posteriormente o Kenta fará um sobre Super Sentai.

Eu lembro vagamente de uma cena de um kamen rider em que ele se transformava em um rider azul e “virava” uma água (assim que eu me lembro), hoje eu sei que é uma das formas do famigerado Kamen Rider RX, a BioRider. Como disse, eram lembranças vagas, e não me significavam nada.

Recentemente com a indicação de dois amigos (o Kenta sendo um deles) resolvi baixar Kamen Rider OOO (a série atual) e comecei a ver. No primeiro episódio vi efeitos infantís e nenhum pouco parecido com o que estamos acostumados hoje, mas com o passar do episódio vemos um mero pobre coitado virar um Kamen Rider e começar a chutar bundas.

Além do OOO comecei a ver outros, Decade, Faiz, Agito, W, Den-O e espero ver muitos outros, e todos eles tinham algo em comum, apesar de suas histórias diferentes: Todos passavam aquela sensação que tinhamos quando eramos criança. O herói vai vencer o mal? O que vai acontecer depois? Nossa, outro rider? PRECISO VER O PRÓXIMO EPISÓDIO!!!!

Resumindo, todos eles conseguiram, pelo menos pra mim, criar uma sensação de tal forma em que eu ansiava pra ver o próximo episódio e comemorava as vitórias como uma criança boba, os inimigos deles eram os meus. Eu consegui me sentir como uma criança ingênua que ainda não descobriu que heróis com poderes não existem, e que há mesmo um cara que luta contra o mal enquanto vive seu dia a dia o mais normal possível.

Não sou o único e sei disso, existem jovens e até adultos que acompanham as séries ignorando que elas são feitas para o público infanto-juveníl. Não sou o único que luta contra os imagins, grongi, undead, unknowns, dopants e etc. Não sou o único que sente uma euforia quando começa a ouvir as openings, ou uma simples OST. Não sou o único que já imitou a transformação e, o mais importante, além de mim eu sei que muitos outros gritaram e ainda vão gritar: HENSHIN!

Um comentário:

Phalk disse...

O Henshin do Black RX ainda é o melhor. Mwahaha